.
Início do cabeçalho
.

Início do conteúdo

Início do conteúdo

O secretário geral do Conselho Nacional de Justiça, juiz Sérgio Tejada, classificou a desunião entre os tribunais como um dos maiores problemas do Judiciário. Tejada falou na tarde desta quinta-feira (14/09) para os participantes do I Encontro de Informatização, que se realiza em Goiânia, promovido pelo CNJ em parceria com o Colégio Permanente de Presidentes de Tribunais de Justiça, com o apoio do Tribunal de Justiça de Goiás. "Grande parte dos nossos problemas é a nossa falta de união. Funcionamos como ilhas e estamos pagando caro por isso", disse Tejada, referindo-se às diferentes iniciativas de modernização tecnológica desenvolvidas simultaneamente pelos tribunais, o que poderia ser feito de maneira coordenada, permitindo grande economia de recursos.

"Este encontro tem proposta inversa", disse Tejada, "a proposta de união dos tribunais, para trabalharmos juntos em prol de nossos objetivos", completou. Segundo o secretário geral do CNJ, o processo virtual é "o fio condutor para a nossa união".