.
Início do cabeçalho
.

Início do conteúdo

Início do conteúdo
O Programa CNJ no Ar desta sexta-feira (25/3) dará destaque ao convênio assinado pelo Conselho Nacional de Justiça, responsável por permitir que mulheres presas em Foz do Iguaçu façam exames de prevenção. As presidiárias agora podem se prevenir contra câncer de mama, colo de útero, DST, AIDS, tuberculose, hanseníase e hepatite. O CNJ no Ar também vai falar da adoção de crianças e mostrar o balanço do funcionamento do Cadastro Nacional de Adoção. Feito em parceria entre o Conselho Nacional de Justiça (CNJ) e a Rádio Justiça, o programa é transmitido de segunda a sexta-feira, sempre às 10h, pela Rádio Justiça na frequência 104,7 FM ou pelo site www.radiojustica.jus.br.

Agência CNJ de Notícias