Menu
Participação da ministra Cármen Lúcia no programa Conversa com Bial. FOTO: Reprodução TV Globo
Participação da ministra Cármen Lúcia no programa Conversa com Bial. FOTO: Reprodução TV Globo

A presidente do Supremo Tribunal Federal (STF) e do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), ministra Cármen Lúcia, garante que a operação Lava-Jato não corre risco de ser paralisada. “A Lava-Jato não está ameaçada e não estará”, afirmou em entrevista concedida ao jornalista Pedro Bial e veiculada na noite de terça-feira (2) pela TV Globo.

Durante a entrevista, a ministra manifestou esperança de que a Lava-Jato resulte em um país melhor.  “Somos um povo muito valente. Não é qualquer povo que tem a coragem de se deparar com esse problema”, disse, referindo-se ao enfrentamento da corrupção no Brasil.

Além do tema corrupção, a ministra também comentou outros assuntos relacionados à política, como a hipótese de o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva se candidatar a uma nova eleição. “Não tenho a menor ideia se pode ou não. Depende se ele for réu em 1ª instância, em 2ª instância e da Lei da Ficha Limpa. Não há como dizer isso agora”, explicou.

Ao fim do programa a ministra Cármen fez questão de dirigir uma mensagem ao público. “Eu queria que o Brasil acreditasse em duas coisas: dificuldades nós tivemos desde 1500 e vencemos tantas, então, vamos vencer mais essa. Unidos, nós temos mais chances. Eu continuo acreditando no Brasil. Se eu tiver que nascer 100 vezes, eu quero nascer brasileira”, concluiu.

Assista a íntegra de entrevista:

Fonte: STF


SEPN Quadra 514 norte, lote 9, Bloco D CEP: 70760-544 

Telefones - 55 61 2326-5000/5001 Horário de atendimento ao público: das 12h às 19h, de segunda a sexta-feira, exceto nos feriados.

W3C Válido