.
Início do cabeçalho
.

Início do conteúdo

Início do conteúdo
Centro Judiciário de Solução de Conflitos e Cidadania (Cejusc) de Cascavel (PR), Mediação, Videoconferência
Servidoras do Centro de Solução de Conflitos no Paraná mediaram ação com morador de POA (Divulgação/TJPR)

O Centro Judiciário de Solução de Conflitos e Cidadania (Cejusc) de Cascavel (PR) realizou na segunda-feira (8) a primeira videoconferência. As servidoras Marisa Kremer (coordenadora) e Lucinéia Martins do Nascimento (coordenadora adjunta) foram as conciliadoras. De Cascavel, os representantes de uma das partes se conectaram com a parte que estava em Porto Alegre (RS).

Na avaliação de Laércio Losso Lisboa, advogado de uma das partes, a conciliação por vídeo representa um avanço. "Para um estagiário que fez audiência em máquina de escrever, é satisfatório poder realizar a primeira audiência do CEJUSC por videoconferência em Cascavel. A tecnologia há de auxiliar, e sempre, a realização da Justiça”, ressalta.

Na oportunidade, umas das partes assinalou que é uma experiência nova, mas importante. “Não há a necessidade de se locomover para outros lugares, sendo que a gente pode fazer isso na própria cidade onde mora. É uma grande evolução. Estão de parabéns”, afirma.

A próxima conciliação por vídeo deve ser realizada ainda neste mês entre as cidades de Cascavel (PR) e Amparo (SP).

Fonte: TJPR


Tópicos: Mediação e Conciliação,Centros Judiciários de Resolução de Conflito e Cidadania (Cejuscs),Videoconferência