.
Início do cabeçalho
.

Início do conteúdo

Início do conteúdo
Apuração dos votos das Eleições 2018 no TSE. Em destaque a Ministra Presidente do TSE, Min. Rosa Weber.FOTO: Luiz Silveira/Agência CNJ
Apuração dos votos das Eleições 2018 no TSE. Em destaque a Ministra Presidente do TSE, Min. Rosa Weber.FOTO: Luiz Silveira/Agência CNJ
Em nota oficial, o corregedor nacional de Justiça, ministro Humberto Martins, repudiou ameaças à presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministra Rosa Weber. Abaixo, leia a íntegra do comunicado:
 
O Corregedor Nacional de Justiça, ante as notícias de que mensagens em tom intimidatório teriam sido encaminhadas à Presidente do Tribunal Superior Eleitoral, Ministra Rosa Weber, vem manifestar seu repúdio a toda e qualquer forma de ameaça ou violência contra as instituições ou seus dirigentes, condutas que atentam contra a democracia e o estado de direito, devendo ser apuradas e seus autores responsabilizados na forma da lei.
 
Reitera, ainda, sua plena confiança nas instituições democráticas brasileiras, em especial no TSE, que tem realizado um trabalho sério e eficiente no comando das eleições 2018, sendo referência quanto à lisura, segurança e presteza na organização e apuração dos pleitos eleitorais. 
 
Ministro Humberto Martins
Corregedor Nacional de Justiça

Tópicos: corregedoria nacional de justiça