Últimas páginas visitadas

.

A campanha de redução e conscientização do uso de copos descartáveis, realizada pelo Núcleo Socioambiental do Tribunal de Justiça de Mato Grosso (TJMT) tem surtido efeito positivo. A ação teve início em julho de 2017 com a distribuição de sete mil squeezes nas 79 comarcas e após quase um ano houve uma economia de 36,31% de copos descartáveis, um ganho real no que se refere a economicidade e sustentabilidade.

Esta é uma das premissas da atual gestão, que visa difundir ações sustentáveis em atendimento à Resolução nº 201 do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), que dispõe sobre a criação e competências das unidades ou núcleos socioambientais nos órgãos e conselhos do Poder Judiciário e implantação do Plano de Logística Sustentável (PLS-PJ).

A questão cultural é difícil quando se inicia uma campanha para readaptação da rotina, porém não é impossível e para isso o Núcleo tem trabalhado com a conscientização. Para a integrante do Núcleo Sociomabiental do TJ, Ana Carolina da Cunha Ferreira, esse resultado é positivo porque houve uma redução significativa.

A meta estipulada pelo setor era de 50% no consumo de copos descartáveis para água, mas o resultado alcançado foi satisfatório pelo fato de que houve redução. “A intenção era reduzir o número de copos descartáveis, mas também a preocupação com o meio ambiente para que nós possamos diminuir o resíduo na natureza. Por isso precisamos de mais adesão do servidor para essa campanha de substituição do copo descartável pela squeeze”, salientou Ana Carolina.

Com isso, diversas ações estão sendo desenvolvidas no Poder Judiciário de Mato Grosso, com foco na sustentabilidade. “Além dos copos descartáveis, o Núcleo tem a preocupação em fazer campanhas de conscientização para que os servidores diminuam não só o uso desse material, mas também de outros itens: energia, papel, telefone e para evitar o desperdício”.

O gestor de Projetos da Coordenadoria Judiciária do TJMT, Pablo Marquesi foi um dos servidores que aderiu à campanha de conscientização socioambiental do não uso de copos descartáveis. Ele conta que no início foi um pouco difícil e diz que hoje acha ‘estranho’ tomar água no tribunal em copo descartável. “A gente acabou abraçando a campanha e comecei a me policiar mais usando ou a squeeze ou copo de vidro. Para café também tenho utilizado xícaras”.

Ele acha importante a adoção dessas medidas por parte dos servidores e explicou o motivo. “Primeiro porque a gente sabe que estamos passando por uma fase de crise, um momento de austeridade, então precisamos regrar os recursos que temos. Acho que o copo não faz falta e com isso conseguimos economizar nesse ponto. E segundo pela questão ambiental. As pessoas que consomem aproximadamente seis copos por dia não sabem o impacto que isso gera ao meio ambiente, até porque tem copos que não são reciclados, principalmente aqui em Cuiabá que não existe 100% de destinação correta desses copos depois que eles são utilizados”, explicou.

Copos de café – com a redução do uso de copos descartáveis de água o Núcleo Socioambiental identificou a elevação do uso de copos descartáveis de café. Uma análise está sendo realizada para identificar os fatores deste aumento: o copo de café passou a ser utilizado para tomar água ou o copo de água era utilizado para tomar café e com isso houve o aumento.

Por isso, o Núcleo pede o uso consciente também quanto ao uso do copo descartável de café. “Uma ideia é trazer seu próprio copo ou xícara. Eu mesma utilizo uma xícara que trago de casa, seria uma opção viável para o servidor”, afirma.

O Núcleo de Responsabilidade Socioambiental Permanente do Poder Judiciário do Estado de Mato Grosso foi criado pela Portaria N.-PRES, de 26/06/2015, em observância ao que estabelece a Resolução n.º 201, de 03/03/2015, do Conselho Nacional de Justiça.

Além de implantar o plano de logística sustentável - PLS-PJ, com foco na preservação do meio ambiente tem o objetivo também de estimular a reflexão e a mudança dos padrões de compra, consumo e gestão documental no Judiciário, bem como do corpo funcional e da força de trabalho auxiliar.

O Núcleo Socioambiental possui um espaço abrigado no portal do Tribunal de Justiça e aqueles que quiserem, podem acompanhar o andamento das ações do setor por meio do relatório de desempenho. O banner está localizado do lado esquerdo do site e pode-se conferir a análise dos indicadores.

Fonte: TJMT


Tópicos: Sustentabilidade,Plano de Logística Sustentável (PLS)

.

SEPN Quadra 514 norte, lote 9, Bloco D CEP: 70760-544 

Telefones - 55 61 2326-5000 Horário de atendimento ao público: das 12h às 19h, de segunda a sexta-feira, exceto nos feriados.

W3C Válido