.
.
Início do cabeçalho
.

Início do conteúdo

Início do conteúdo
Criada pelo Conselho Nacional de Justiça, mobilização ocorre em todo o país (Anderson Moreira/TJAL)
Criada pelo Conselho Nacional de Justiça, mobilização ocorre em todo o país (Anderson Moreira/TJAL)

O Tribunal de Justiça de Alagoas (TJAL) iniciou os preparativos para o Mês Nacional do Júri, que ocorrerá em novembro. O presidente da Corte, Otávio Praxedes, encaminhou ofício aos juízes das unidades com competência para julgar crimes dolosos contra a vida e solicitou a adoção de providências para a realização do evento.

Ainda segundo o ofício, as unidades deverão dar prioridade aos processos com réus presos e aos que estão há mais tempo em tramitação, a fim de que sejam cumpridas as metas da Estratégia Nacional de Segurança Pública (Enasp). A relação dos processos que serão julgados deverá ser encaminhada até 20 de setembro à Corregedoria-Geral da Justiça.
O mutirão, instituído pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ), promoveu no ano passado 4.112 julgamentos de crimes dolosos contra a vida, em todo o país. Em Alagoas, a força-tarefa terminou com 57 condenações e 42 absolvições, tendo sido realizadas 97 sessões.

Fonte: TJAL


Tópicos: Mutirão do Júri,Crimes contra a vida