.
Início do cabeçalho
.

Início do conteúdo

Início do conteúdo
Uso consciente de energia e coleta seletiva são temas da ação, que segue resolução do CNJ (Chico Batata/TJAM)
Uso consciente de energia e coleta seletiva são temas da ação, que segue resolução do CNJ (Chico Batata/TJAM)

O Tribunal de Justiça do Amazonas (JAM), por meio da Divisão de Gestão de Qualidade, que compõe o Subcomitê de Logística Sustentável, lançou na última quarta-feira (12) a abertura da campanha “TJAMbiental – por um consumo mais racional”. A abertura foi realizada no hall do Fórum Ministro Henoch Reis, localizado no bairro São Francisco, Zona Centro-Sul de Manaus.

O presidente do TJAM, desembargador Yedo Simões, participou da abertura do evento e reafirmou o compromisso de sua gestão de viabilizar ações de sustentabilidade no Poder Judiciário “O Tribunal tem que ser um exemplo, ações positivas em prol do meio ambiente devem sempre ser realizadas. O Amazonas é um Estado rico em biodiversidade e temos que preservar esses recursos naturais. A campanha vem ser um incentivo para a sociedade como um todo”, destacou o presidente.
A campanha faz parte do Plano de Logística Sustentável que está em curso no TJAM e que visa estimular a adoção de um modelo de gestão organizacional e de processos estruturado na implantação de ações voltadas ao uso racional de recursos naturais, promovendo a sustentabilidade ambiental e socioeconômica no Tribunal.
De acordo com o coordenador do Subcomitê de Logística Sustentável, desembargador Délcio Luís Santos, a campanha dá cumprimento às diretrizes da Resolução 201/2015, do Conselho Nacional de Justiça, a partir da qual se estabeleceu o Subcomitê de Logística Sustentável. “Esta é uma das ações que estamos organizando e que ofertará palestras de sensibilização sobre vários temas relacionados à sustentabilidade, ações de coleta seletiva de lixo reciclável e não reciclável, dentre outras estratégias que auxiliem nos objetivos previstos na Resolução 201”, frisou o desembargador.
Na abertura da campanha, o consumo consciente de energia elétrica e a importância da coleta seletiva estiveram entre os assuntos abordados. Os temas foram apresentados pelo servidor Bruno Oliveira de Souza, que representou a coordenação do Plano de Logística Sustentável do TJAM.
O encerramento do evento contou com uma apresentação do grupo “Garis da Alegria”, que promove apresentações em escolas públicas, repartições, empresas e fábricas da cidade, sob coordenação da Secretaria Municipal de Limpeza e Serviços Públicos (Semulsp). O grupo foi criado para sensibilizar as pessoas e transmitir informações de uma forma lúdica e alegre.
O Subcomitê de Logística Sustentável do TJAM tem como membros, o desembargador Delcio Luís Santos, os juízes Elza Vitória de Sá Peixoto Pereira de Melo, Victor André Liuzzi Gomes e Roger Luiz Paz de Almeida, conta com a participação também de outros setores do TJAM,  entre eles as  Divisões de  Engenharia, Patrimônio, DVIL, Tecnologia da informação,  Serviços  Médicos e Serviço Social.

Fonte: TJAM


Tópicos: meio ambiente,Sustentabilidade,Consciência ambiental,Gestão ambiental,gestão socioambiental,Plano de Logística Sustentável (PLS)