.
.
Início do cabeçalho
.

Início do conteúdo

Início do conteúdo
Cartilha de 25 páginas trata questões inerentes à pessoa com deficiência, como acesso à Justiça (Divulgação/TJPR)
Cartilha de 25 páginas trata questões inerentes à pessoa com deficiência, como acesso à Justiça (Divulgação/TJPR)

A Comissão de Acessibilidade do Tribunal de Justiça do Paraná (TJPR) esteve reunida com o Presidente da Corte, Desembargador Renato Braga Bettega, nesta terça-feira (2/10) para apresentar a ele o novo “Manual de inclusão da pessoa com deficiência”.

A publicação possui 25 páginas e tem como objetivo esclarecer aspectos inerentes à pessoa com deficiência e seus direitos. Questões como direito ao trabalho e acesso à justiça, atendimento prioritário, relação interpessoal e respeito ao próximo foram abordadas no material. Além disso, o documento apresenta orientações a respeito de cada deficiência (visual, auditiva, física, intelectual e múltipla), incluindo dicas para o atendimento ao público externo, para convivência e para relações de trabalho.

Acesse na íntegra o “Manual de inclusão da pessoa com deficiência”.

O Desembargador Sigurd Roberto Bengtsson, Presidente da Comissão de Acessibilidade do TJPR, agradeceu a atuação da equipe que elaborou o documento e ressaltou a importância do apoio da Presidência, que garantiu condições de trabalho e mecanismos para a implantação de ações e desenvolvimento de atividades que propiciassem a melhoria no ambiente de trabalho das pessoas com deficiência. “Nesta gestão o apoio foi fundamental, pois, com esse respaldo, conseguimos concretizar várias ações. Como exemplo, posso citar esse manual, que tem o propósito de esclarecer aspectos inerentes à pessoa com deficiência e seus direitos e, ainda, busca nortear ações e procedimentos que visem à melhoria no atendimento e no ambiente de trabalho”, disse.

Na oportunidade a servidora Adriana Ceccato Barbosa, que é deficiente visual, expressou a sua gratidão ao Desembargador Bettega. “Trabalho no Tribunal há 28 anos, quero destacar que o seu apoio e a sua postura em relação a esse tema estão abrindo novas portas, criando uma nova era no TJ. Jamais tinha observado um Presidente que se dedicasse tanto ao tema, que tivesse uma mentalidade aberta. Para nós, pessoas com deficiência, nos estimula muito saber que possuímos esse reconhecimento e apoio”, finalizou Adriana.

O Presidente do TJPR agradeceu o empenho e a dedicação da Comissão de Acessibilidade e reconheceu que as inciativas adotadas têm repercutido em resultados muito positivos. “Fiquei sensibilizado com esse agradecimento. Às vezes, são pequenas decisões que têm um impacto tão grande que não temos capacidade nem de avaliar. Destaco que farei o possível para atender as demandas da Comissão, propiciando a inclusão das pessoas com deficiência.”

A Comissão de Acessibilidade produziu também materiais audiovisuais, que já foram disponibilizados no canal do Youtube do Tribunal de Justiça. Um deles abordou os direitos das pessoas com deficiência e o outro tratou de um dos tipos de deficiência visual. Acesse o Canal no Youtube do TJPR.

Além do Presidente da Comissão de Acessibilidade, participaram da reunião no gabinete da Presidência os servidores Renata Belle de Moura, Claudia Cristina Martins Tria, Daniela Ribas Rocha, Flavia Verusca Buturi Monarin Matos, Diogo Guilherme Silveira, Vanessa Rafaela Lobato, Vivian Clavijo Beltrán Kummer, Gilberto Yoshikazu Ozawa, Adriana Ceccato Barbosa e Renan Massaiti Tory.

Fonte: TJPR


Tópicos: acesso à justiça,Acessibilidade