Portuguese PT English EN Spanish ES
Em 2019, tribunal reduz consumo de água em 15(%)
Em 2019, tribunal reduz consumo de água em 15(%)

O consumo de água foi reduzido em 15% no Tribunal Regional Federal da 5ª Região (RF5) no ano de 2019, superando em 200% a meta estabelecida no Plano de Logística Sustentável (PLS) do TRF5, que era de 5%. A meta, definida em 2015, ainda não havia sido alcançada pelo tribunal e, se comparada a 2018, essa redução é ainda maior: quase 23%. De acordo com a Subsecretaria de Infraestrutura e Administração Predial (SIAP), algumas ações foram fundamentais para chegar a esse número, como regulagem periódica das torneiras de pressão e das válvulas de descarga dos banheiros; maior controle do fluxo de aguação dos jardins e priorização do uso de torneiras ligadas ao reservatório de águas das chuvas, tendo em vista o incremento da tubulação de distribuição dessas águas.

Plano de Logística Sustentável

O PLS do TRF5 foi publicado em 2015, atendendo ao que determina a Resolução nº 201/2015 do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), com vigência alinhada ao ciclo do Planejamento Estratégico (2016-2020). De acordo com a Resolução, os indicadores de sustentabilidade e eficiência devem compor o documento. O indicador “consumo de água”, portanto, gera o monitoramento mensal do consumo total de água fornecida pela concessionária, em metros cúbicos. “Esse monitoramento permite uma gestão mais eficiente dos gastos e a adoção de padrões de consumo e produção que sejam viáveis economicamente, socialmente justos e ecologicamente corretos, atendendo, assim, ao tripé da sustentabilidade”, analisa Laís Rodrigues, supervisora da Seção Socioambiental do TRF5.

A
Fechar Menu