Portuguese PT English EN Spanish ES

Uma das missões do Programa Nacional de Gestão Documental e Memória do Poder Judiciário (Proname) é preservar a memória da Justiça e, como consequência, manter preservada a memória da nossa sociedade.

Nos registros judiciais arquivísticos, museológicos e biblioteconômicos, materiais ou imateriais, estão fatos que atingiram e marcaram a sociedade ao longo do tempo. Resolvendo conflitos individuais e coletivos, a Justiça acompanha as transformações políticas, científicas, econômicas, tecnológicas e culturais que envolvem a sociedade. A história judicial, assim, reflete na história brasileira.

Outro aspecto importante é o da memória institucional, registrando a evolução do Poder Judiciário, tanto em relação aos seus métodos de trabalho (da sentença de próprio punho à eletrônica, por exemplo) como aos profundos debates promovidos por servidores e juristas em suas decisões.

O Proname incentiva e apoia ações que reservam e divulgam a memória judiciária em todos os seus ramos de atuação e em cada região do país. Neste espaço, reúnem-se aspectos teóricos e práticos para a adoção de iniciativas e acesso à memória do Poder Judiciário.

Notícias relacionadas

A
Fechar Menu