Curso para magistrados é destaque do CNJ no Ar

Compartilhe

O programa CNJ no Ar, da Rádio Justiça, divulga na edição desta quarta-feira (14/3) o curso a distância que objetiva aprimorar o trabalho da justiça em ações envolvendo usuários e dependentes de drogas. Magistrados de juizados especiais criminais e da infância e juventude de todo o país têm até a próxima sexta-feira (16/3) para fazer suas inscrições.

O curso terá início dia 21 de março e será ministrado sob a mais moderna tecnologia de ensino a distância, contando com um monitor para cada 50 inscritos. O objetivo é garantir o treinamento de grande número de profissionais para a complexa questão que envolve as drogas (na forma dos Provimentos 4 e 9 da Corregedoria Nacional de Justiça, vinculada ao Conselho Nacional de Justiça). 

Parceria – A iniciativa é fruto de parceria entre CNJ, Fórum Nacional dos Juizados Especiais (Fonaje) e Secretaria Nacional Sobre Drogas (do Ministério da Justiça) com as faculdades de medicina e de direito da Universidade de São Paulo. Para falar sobre o assunto, a equipe do programa entrevista o juiz auxiliar da Corregedoria Nacional de Justiça, Ricardo Chimenti. Num segundo bloco, o CNJ no Ar deixará o leitor por dentro das principais decisões tomadas durante a 143ª. sessão plenária do Conselho, realizada nesta terça-feira (13/3).

Programa – O programa CNJ no Ar consiste numa parceria do CNJ com a Rádio Justiça. É transmitido pela Rádio Justiça, de segunda a sexta-feira, a partir das 10h, na frequência 104,7 FM. Também pode ser acessado pelo site www.radiojustica.jus.br

Agência CNJ de Notícias