Cidade de Goiás empregará detentos em obras do Minha Casa Minha Vida

Você está visualizando atualmente Cidade de Goiás empregará detentos em obras do Minha Casa Minha Vida

O Instituto Liberty, a empresa da construção Econvia e a Prefeitura Municipal Vila Boa de Goiás/GO firmaram convênio para o emprego de detentos e pessoas de baixa renda na construção de 50 casas do Programa Minha Casa Minha Vida, iniciativa do governo federal que financia imóveis populares. O Liberty é parceiro do Programa Começar de Novo, do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), voltado à reinserção social de detentos e egressos do sistema carcerário.

O diretor do Liberty em Brasília/DF, Antônio Sérgio Amaro da Silva, informou que as obras na cidade de Vila Boa começarão em um prazo de 90 dias, empregando-se 75 detentos do presídio do município vizinho de Flores de Goiás. Além deles, 75 pessoas de baixa renda também serão empregadas. Segundo ainda o diretor, o Liberty vai capacitar e treinar os futuros operários, que serão selecionados pela prefeitura de Vila Boa. A capacitação, informou, será ministrada por egressos do sistema carcerário do Distrito Federal. Os detentos empregados nas obras, além de certificado de formação e remuneração, terão o tempo da pena reduzido em um dia a cada três trabalhados, como prevê a legislação penal brasileira.

A sede brasiliense do Liberty iniciou as atividades em maio deste ano. É a primeira unidade fora de Campinas/SP, município onde a instituição atua há sete anos, período em que conseguiu trabalho e renda lícita para mais de 200 pessoas. São detentos, egressos das prisões, pessoas em situação de rua, portadores do HIV e dependentes químicos.  Como reconhecimento ao trabalho desenvolvido, o CNJ concedeu à entidade, em 2010, o Selo do Programa Começar de Novo.

Jorge Vasconcellos
Agência CNJ de Notícias

Deixe um comentário