Lewandowski destaca atuação de Andrighi no aprimoramento da Justiça brasileira

Você está visualizando atualmente Lewandowski destaca atuação de Andrighi no aprimoramento da Justiça brasileira
Compartilhe

O presidente em exercício do Supremo Tribunal Federal (STF) e do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), ministro Ricardo Lewandowski, empossou, na noite desta terça-feira (26/8), a nova corregedora nacional de Justiça, ministra Nancy Andrighi, que exercerá o cargo no biênio 2014/2016. A posse aconteceu na sede do Superior Tribunal de Justiça (STJ), em Brasília/DF.

Na cerimônia, Lewandowski destacou a colaboração de Nancy Andrighi no aprimoramento dos serviços prestados pela Justiça brasileira e disse que a ministra exercerá o cargo com “pleno êxito”, aliando firmeza e brandura, eficiência e segurança, rigor e discrição. “Saberá, acima de tudo, respeitar a dignidade intrínseca daqueles que serão objeto de sua atividade correcional, honrando, assim, as melhores tradições da magistratura brasileira no cumprimento da desafiadora missão que terá pela frente”, afirmou o ministro.

Ao falar da carreira e do currículo da nova corregedora, Lewandowski destacou que Nancy Andrighi é magistrada de carreira, tendo iniciado sua atuação na Justiça de primeiro grau do Tribunal de Justiça do Estado do Rio Grande do Sul (TJRS). Segundo ele, essa característica confere à nova corregedora “profundo conhecimento das vicissitudes da vida do magistrado brasileiro”.

Antes de ser eleita para o cargo de corregedora nacional de Justiça, Nancy Andrighi foi também juíza de Direito e desembargadora do Tribunal de Justiça do Distrito Federal e dos Territórios (TJDFT), até ser indicada ao cargo de ministra do STJ, em 1999, onde permanece até hoje. Nancy Andrighi foi ainda corregedora do Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

O ministro Ricardo Lewandowski destacou alguns projetos relevantes dos quais a ministra participou ao longo de sua carreira, como a supervisão da implantação e do funcionamento dos juizados de pequenas causas, em 1981, e a participação nas comissões de reforma do Código de Processo Penal, de 1994, e do Código de Processo Civil, em 1993. Lewandowski falou ainda sobre a atuação internacional e acadêmica da nova corregedora e elencou títulos e homenagens recebidas por ela ao longo da carreira.

Clique aqui para ver as fotos da cerimônia de posse.

Tatiane Freire
Agência CNJ de Notícias