Projeto Eficiência melhora gestão de processos da VEP de Guarapuava

Você está visualizando atualmente Projeto Eficiência melhora gestão de processos da VEP de Guarapuava
Compartilhe

Até a semana passada, o espaço físico da Vara de Execuções Penais de Guarapuava/PR (VEP) era tão pequeno que parte da equipe não cabia na sala. Quatro pessoas tinham de trabalhar na sala de audiências. Com a reorganização promovida desde a última segunda-feira (17/6) pelo Projeto Eficiência na VEP, toda a equipe trabalhará no mesmo ambiente, à exceção de dois assessores.

As estantes da vara foram corretamente identificadas, segundo o coordenador dos trabalhos, Éverton Patrocínio, para melhorar a localização dos processos. Dessa forma, fica mais fácil controlar os prazos para concessão de benefícios, como a progressão para o regime semiaberto, por exemplo. Foram treinados todos os servidores e estagiários nas atividades mais complexas do cartório. Uma triagem foi feita em aproximadamente 1,2 mil dos três mil processos em tramitação na vara.

“Durante a triagem, verificamos o cálculo dos prazos e a fase em que os processos se encontravam para realocá-los nas estantes. Com a separação racional das estantes e o modelo de gestão ora implantado, todos os processos serão analisados e movimentados no momento oportuno”, afirmou Patrocínio, servidor do Departamento de Monitoramento e Fiscalização do Sistema Carcerário (DMF/CNJ).

A equipe do Projeto Eficiência segue na VEP de Guarapuava até terça-feira (25/6). Até o fim do ano, pelo menos outras três varas nos estados do Ceará, Amazonas e Alagoas também serão atendidas.

Histórico – O Projeto Eficiência foi criado em 2010 e a primeira unidade da Federação a receber a iniciativa foi o Piauí. Desde então, já passou por mais 16 unidades judiciais nas cinco regiões brasileiras.

Além de reorganizar o espaço físico, a equipe do DMF/CNJ otimiza a rotina produtiva e melhora a tramitação de processos da unidade visitada. Durante aproximadamente uma semana, a equipe da VEP conhece técnicas de motivação de pessoal e acompanhamento das penas. A reorganização do trabalho visa melhorar o serviço prestado pelo Poder Judiciário.

Manuel Carlos Montenegro
Agência CNJ de Notícias

Matéria atualizada em 24/6/2013, às 11:20.