A desembargadora Iracema Vale é eleita ouvidora titular do CNJ

Você está visualizando atualmente A desembargadora Iracema Vale é eleita ouvidora titular do CNJ
Compartilhe

Na primeira sessão ordinária de 2018, realizada nesta terça-feira (6/2), o Plenário do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) elegeu por unanimidade a conselheira Iracema Vale a nova ouvidora-geral do órgão.

Iracema Vale é conselheira do CNJ indicada pelo Supremo Tribunal Federal. A desembargadora foi procuradora-geral do Estado do Ceará, ouvidora do Tribunal de Justiça do Ceará, presidente do Tribunal Regional Eleitoral (TRE) do Ceará e presidente do Tribunal de Justiça do Ceará.

Na abertura da reunião, a presidente do Supremo Tribunal Federal (STF) e do CNJ, ministra Cármen Lúcia, disse que o órgão se dedicará ainda mais às demandas da sociedade. “Nessa primeira sessão do colegiado, voltamos, juntos, a nos empenhar para que tenhamos uma prestação de serviços neste conselho de acordo com as necessidades e demandas dos cidadãos brasileiros. Espero que seja um bom período de trabalho”, afirmou.

Cármen Lúcia comentou que, a partir desta primeira sessão de 2018 , o colegiado do CNJ volta a estar completo após a posse, também nesta terça, do novo conselheiro Francisco Luciano de Azevedo Frota, juiz do Trabalho. “Com isso, temos condições de refazermos todos os órgãos internos do conselho.”

A ministra informou que nesta quarta-feira (7/2) deverá ser publicada no Diário da Justiça a relação das comissões permanentes do CNJ em continuidade aos trabalhos.

265ª Sessão

Com uma pausa prevista para às 12h, para a posse do conselheiro Francisco Luciano de Azevedo Frota, a sessão será retomada às 14h30.

 

Luciana Ottoni

Agência CNJ de Notícias