CNJ bate marca de 50 mil seguidores no Twitter

Compartilhe

O Twitter do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) alcançou nesta quinta-feira (18/08), a marca de 50 mil seguidores. O perfil do CNJ no microblog foi criado em abril de 2010 e, em pouco mais de um ano, publicou mais de 2 mil postagens e foi incluído na lista de 880 usuários*. No Twitter e em outras redes sociais, como o Facebook, o CNJ divulga as principais notícias, ações e serviços do poder judiciário e fornece orientações e esclarecimentos aos seus seguidores e fãs.
As campanhas do Conselho lançadas no universo on-line têm alcance nacional, a exemplo da campanha #CrackNemPensar. Promovida no Twitter em parceria com o programa de TV CQC, da Band, foi um dos 10 assuntos mais comentados do microblog e chegou a ser replicada na rede 60 vezes por minuto no dia 5 de julho. Já o apoio virtual do CNJ à campanha Carinho de Verdade, de conscientização e educação social sobre a exploração sexual de crianças e jovens, mobilizou mais de 50 mil pessoas no Twitter, que publicaram a hashtag #carinhodeverdade.

Saiba mais

Sobre o Twitter – O Twitter é uma rede social formada por microblogs, que permitem aos seus usuários publicar e visualizar textos (os chamados “tweets”, textos de até 140 caracteres) de outras pessoas em tempo real. As atualizações são exibidas na página do usuário e também enviadas a outros usuários, os famosos “seguidores”, que podem visualizar essas atualizações em seu perfil.

Para publicar um tweet, é preciso criar uma conta no site twitter.com. O serviço é gratuito. Desde a sua criação, em 2006, o Twitter ganhou adeptos em todo o mundo. Em abril de 2011, o microblog registrou 200 milhões de usuários.

Agência CNJ de Notícias