CNJ divulga projetos selecionados para a Maratona PJe

Você está visualizando atualmente CNJ divulga projetos selecionados para a Maratona PJe
Compartilhe

Trinta e seis projetos de 14 tribunais brasileiros foram selecionados pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ) para participarem da 1ª Maratona do Processo Judicial Eletrônico (PJe). A competição, voltada para profissionais da área de Tecnologia da Informação dos tribunais, tem por objetivo desenvolver melhorias para o PJe, ferramenta que permite o acompanhamento e o processamento das demandas em curso em todas as esferas do Poder Judiciário brasileiro.

No total, foram apresentados 40 projetos, envolvendo 94 desenvolvedores. Foram selecionados projetos dos Tribunais de Justiça dos estados do Ceará, Paraíba, Roraima, Rio Grande do Norte, Pernambuco, Rondônia, Distrito Federal, Bahia e Rio Grande do Sul, dos Tribunais Regionais do Trabalho da 2ª, 13ª e 20ª Região, do Tribunal de Justiça Militar do Rio Grande do Sul e do Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Também foram selecionados projetos envolvendo equipes de mais de um tribunal.

Os projetos selecionados referem-se a aplicações satélites, módulos ou aplicativos para dispositivos móveis. “Destaco a qualidade das propostas e a preocupação em oferecer ótimas soluções para o processo eletrônico”, afirmou o juiz auxiliar da Presidência do CNJ Bráulio Gusmão. “O PJe é um sistema em permanente construção e por muitas mãos”, avaliou.

Nos dias 28 e 29 de janeiro, as equipes selecionadas estarão em Brasília, onde participarão de oficinas presenciais sobre as tecnologias possíveis de serem utilizadas no projeto, principalmente no que diz respeito à arquitetura do PJe 2.0 e ao aplicativo local meuPJe.

O produto final a ser desenvolvido deverá ser apresentado pelas equipes na última semana de fevereiro. Os vencedores ganharão um MacBook Pro (1º lugar), iPad Air (2º lugar) e um celular Samsung Galaxy S6 Edge (3º lugar). Cada integrante da equipe terá direito a um prêmio, de acordo com a colocação.

Clique aqui para conhecer os projetos selecionados.

Agência CNJ de Notícias