CNJ inicia mutirão carcerário no RS

Compartilhe

O Conselho Nacional de Justiça (CNJ) inicia nesta segunda-feira (14/03) o mutirão carcerário no estado do Rio Grande do Sul (TJRS) com o objetivo de verificar os processos criminais nas varas de execuções penais da Justiça estadual e as condições das penitenciárias e cadeias públicas. Serão analisados mais de 23 mil processos até o dia 15 de abril, data prevista para o encerramento do trabalho.

O mutirão será aberto às 14h da segunda-feira no Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul (TJRS), em Porto Alegre, por Luciano Losekan, coordenador do Departamento de Monitoramento e Fiscalização do Sistema Carcerário e do Sistema de Execução de Medidas Socioeducativas do CNJ (DMF). A capital gaúcha concentra 11.849 presos. Além de Porto Alegre, o mutirão contará com pólos em Caxias do Sul, Ijuí, Pelotas e Santa Maria. Na terça-feira (15/3) a equipe do mutirão fará inspeção no presídio Central de Porto Alegre, localizado à Avenida Cel Aparício Borges, 2001.

Gilson Euzébio

Agência CNJ de Notícias