CNJ no Ar destaca ampliação do programa Espaço Livre

Compartilhe

O programa CNJ no Ar desta terça-feira (3/4) destacará a adesão da Secretaria Nacional de Políticas sobre Drogas (Senad) e da Fundação Nacional do Índio (Funai) ao Programa Espaço Livre – Aeroportos, da Corregedoria Nacional de Justiça, que remove dos aeroportos aeronaves que estão sob custódia da Justiça ou que foram apreendidas em processos criminais. O CNJ no Ar também abordará a instalação do novo Núcleo de Cooperação Judiciária da Justiça do Trabalho do Piauí.

A adesão da Senad e da Funai ao Espaço Livre tem como objetivo dar mais agilidade à destinação de bens apreendidos pela Justiça provenientes do tráfico de drogas. Pelo acordo, a Senad passará a concordar automaticamente com a destinação provisória dada pelos juízes aos bens apreendidos do tráfico de drogas.

Já em relação ao novo Núcleo de Cooperação Judiciária da Justiça do Trabalho do Piauí, o CNJ no Ar vai entrevistar o juiz auxiliar da Presidência do Tribunal Regional do Trabalho do Piauí (TRTPI) Roberto Vanderlei Braga.

A criação da unidade atende a uma recomendação do CNJ e busca garantir maior agilidade na cooperação entre os tribunais, como forma de acelerar a tramitação dos processos. O Núcleo vai atuar dentro da Rede Nacional de Cooperação do Judiciário, formada para melhorar a comunicação entre os juízes de diferentes tribunais.

O CNJ no Ar consiste numa parceria do CNJ com a Rádio Justiça. O programa é transmitido pela Rádio Justiça, de segunda a sexta-feira, a partir das 10h, na frequência 104,7 FM. Também pode ser acessado pelo site www.radiojustica.jus.br.

Agência CNJ de Notícias