CNJ no Ar destaca decisão do Corregedor sobre processos do TJPI

Compartilhe

O CNJ no Ar desta quarta-feira (19/12) destaca evento sobre a decisão do Corregedor Nacional de Justiça, ministro Francisco Falcão, de não avocar processos disciplinares do Tribunal de Justiça do Estado do Piauí (TJPI). O outro destaque do programa é o Congresso Internacional Sistema Prisional e Política Criminal: o Papel do Ministério Público.

O ouvinte vai entender as razões que levaram o ministro Francisco Falcão a negar o pedido do corregedor-geral de Justiça do Piauí, desembargador Francisco Antônio Paes Landim Filho, para que o Conselho Nacional de Justiça (CNJ) avocasse todos os 238 procedimentos disciplinares de investigação contra magistrados que tramitam no TJPI.

O CNJ no Ar também vai veicular entrevista com a promotora de Justiça do Ministério Público do Rio de Janeiro (MPRJ) Andreza Duarte sobre a discussão realizada no Congresso Internacional Sistema Prisional e Política Criminal: o Papel do Ministério Público.

Transmitido pela Rádio Justiça, de segunda a sexta-feira, a partir das 10 horas, na frequência 104.7 FM, o CNJ no Ar consiste em uma parceria entre o CNJ e a Rádio Justiça. O programa também pode ser acessado pelo site www.radiojustica.jus.br.

Agência CNJ de Notícias