CNJ no Ar destaca processo digital e violência contra a mulher

Compartilhe

O CNJ no Ar desta quinta-feira (10/5) destaca a implantação, pelo Tribunal de Justiça do Estado de Roraima (TJRR), de processo digital em duas comarcas do interior do estado. Outro destaque é o Programa Jusmulher Capixada, iniciativa inédita do Poder Judiciário do Espírito Santo, destinada à implantação de políticas públicas de defesa da mulher vítima de violência.

Com relação ao processo digital, o CNJ no Ar entrevista o secretário de Tecnologia da Informação do TJRR, Sormane Brilhante Pereira. Por sua vez, a entrevistada da reportagem sobre o Jusmulher é a coordenadora do programa, Hermínia Maria Silveira Azouri. 

O CNJ no Ar consiste numa parceria do CNJ com a Rádio Justiça. O programa é transmitido pela Rádio Justiça, de segunda a sexta-feira, a partir das 10h, na freqüência 104,7 FM. Também pode ser acessado pelo site www.radiojustica.jus.br.

Agência CNJ de Notícias