CNJ no Ar destaca programas de proteção à mulher e de reinserção de detentos

Compartilhe

O programa CNJ no Ar traz nesta terça-feira (26/3) entrevista com o juiz Anderson Candiotto, do Tribunal de Justiça de Mato Grosso, sobre o projeto Flor de Lótus. O projeto monitora com precisão medidas de proteção adotadas em favor das mulheres vítimas de violência, por meio de trabalho conjunto dos órgãos envolvidos. Implantado em Mirassol D’Oeste/MT, em outubro do ano passado, o projeto ganhou o reconhecimento do Conselho Nacional de Justiça, que firmou parceria com órgãos do Poder Executivo para levá-lo a todas as varas especializadas do País.

O CNJ no Ar traz nesta terça, também, o resultado do esforço de reinserção social de detentos no Ceará. O programa  do Conselho Nacional de Justiça, chamado Começar de Novo selecionou 100 cumpridores de pena dos regimes semiaberto e aberto para trabalharem nas obras do Veículo Leve sobre Trilhos (VLT), em Fortaleza. A obra integra a infraestrutura para a Copa do Mundo de 2014.

Transmitido pela Rádio Justiça na frequência 104.7 FM, o programa CNJ no Ar é uma parceria entre o CNJ e a Rádio Justiça e vai ao ar de segunda a sexta-feira, a partir das 10 horas. O programa também pode ser acessado pelo site www.radiojustica.jus.br.

Agência CNJ de Notícias