Conselheira do CNJ convida servidor a preencher questionário do Censo do Poder Judiciário

Você está visualizando atualmente Conselheira do CNJ convida servidor a preencher questionário do Censo do Poder Judiciário
Compartilhe

A presidente da Comissão Permanente de Gestão Estratégica, Estatística e Orçamento do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), conselheira Maria Cristina Peduzzi, convidou servidores e magistrados que não responderam ao Censo do Poder Judiciário a participar do levantamento, a fim de ajudar a melhorar a gestão do Judiciário. Em um mês, até o início da manhã desta segunda-feira (23/9), mais de 123 mil pessoas, ou 43,26% de um total de 285.299, preencheram o questionário que ajudará a traçar o perfil dos servidores da Justiça.

“Àqueles que ainda não tiverem preenchido a pesquisa, faço um apelo para que encontrem tempo para fazê-lo”, disse. “Os dados resultantes dessa importante pesquisa traçarão o perfil dos servidores do Poder Judiciário. Com base nesse perfil, serão pensadas e elaboradas políticas, visando a mais eficiência na gestão do Judiciário, ou seja, quanto mais gente participar, mais completo esse estudo será”, completou.

Na avaliação do coordenador da Comissão do Censo do Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo (TJSP), o juiz auxiliar da presidência Marcelo Lopes Theodoro, muitos servidores ainda não preencheram o questionário por imaginar que a tarefa seja demorada – na verdade, consome apenas cinco minutos. “Eles imaginam que o processo levará um tempo precioso de trabalho, e isso os faz protelar o preenchimento”, observou.

Média diária – De acordo com o Sistema de Gestão do Censo, nas duas primeiras semanas de coleta de dados, a média de preenchimento dos dados foi de 6 mil pessoas por dia. Nos últimos dias, aproximadamente 2,6 mil respostas vêm sendo encaminhadas diariamente ao CNJ, órgão responsável pela realização do levantamento.

Disponibilizado no dia 26 de agosto no portal do CNJ, o questionário ficará acessível para os servidores até 9 de outubro, quando o CNJ iniciará o trabalho de elaboração do censo dos magistrados. A pesquisa pretende traçar o perfil dos servidores e magistrados para elaboração de futuras políticas públicas.

Regina Bandeira
Agência CNJ de Noticias