Disposição do TJBA em reduzir boa parte dos processos no Mutirão Nacional do Júri, em março, é destaque do CNJ no Ar

Compartilhe

A Justiça baiana pretende julgar boa parte dos processos que envolvem crimes de natureza dolosa, em mutirão que será realizado no mês de março (de 17 a 21), sob orientação do Conselho Nacional de Justiça. O objetivo do Mutirão Nacional do Júri é reduzir o volume de processos que tratam deste tipo de crime e com isso melhorar a  prestação jurisdicional. Para falar sobre o assunto, o programa CNJ no Ar desta quinta-feira (23/1) entrevista o corregedor das comarcas do interior do Tribunal de Justiça da Bahia (TJBA), José Olegário Monção Caldas.

Outro tema em destaque no programa de hoje é a reportagem especial da Rádio Justiça sobre o projeto Cidadania e Justiça na Escola,  no Acre.

Transmitido pela Rádio Justiça na frequência 104.7 FM, o programa CNJ no Ar é uma parceria entre o CNJ e a Rádio Justiça e vai ao ar de segunda a sexta-feira, a partir das 10 horas. O programa também pode ser acessado pelo site www.radiojustica.jus.br.

Agência CNJ de Notícias