DPJ pede apoio da tecnologia para censo do Judiciário

Você está visualizando atualmente DPJ pede apoio da tecnologia para censo do Judiciário
Compartilhe

A diretora do Departamento de Pesquisas Judiciárias do Conselho Nacional de Justiça (DPJ/CNJ), Janaína Penalva, apresentou, nesta última quarta-feira (22/5), o projeto do Censo Nacional do Judiciário ao Comitê Nacional de Gestão de Tecnologia da Informação e Comunicação do Poder Judiciário. Com o censo, o CNJ espera traçar o perfil socioeconômico dos magistrados e servidores do Poder Judiciário em todo o País.

“Hoje não se sabe nem mesmo quantos servidores são homens e quantos são mulheres”, afirmou Janaína Penalva. Ela explicou aos integrantes do comitê que o CNJ vai precisar do apoio da área de tecnologia dos tribunais para que o formulário eletrônico esteja disponível a todos os servidores e magistrados.

“A realização do censo exige acompanhamento diário para verificar o grau de adesão e eventuais dificuldades”, disse. A diretora pediu aos tribunais para colocarem o link do censo em seus portais. A proposta de realização do censo foi aprovada no ano passado pelo Plenário do CNJ.

Janaína Penalva informou que alguns sindicatos dos servidores já manifestaram apoio na conscientização para sucesso da pesquisa. O trabalho com os tribunais começa com a nomeação de comissões de apoio ao censo.

O projeto será testado a partir de junho, e o primeiro teste ocorrerá em Sergipe. O lançamento do censo está previsto para agosto.

Gilson Luiz Euzébio
Agência CNJ de Notícias