Em menos de uma semana, 16,8% respondem ao Censo

Você está visualizando atualmente Em menos de uma semana, 16,8% respondem ao Censo
Compartilhe

Em quatro dias, o Censo dos Magistrados, lançado na última segunda-feira (4/11) pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ), já foi respondido por 2.966 magistrados. O número representa 16,8% do total de 17.644 magistrados, entre juízes, desembargadores, conselheiros e ministros.

Na avaliação da diretora-executiva do Departamento de Pesquisas Judiciárias (DPJ), do CNJ, responsável pela elaboração do questionário, Janaína Penalva, o grande envolvimento dos juízes, nesse início, sinaliza a disposição da magistratura para um novo Judiciário.

A pesquisa, inédita, pretende levantar, sistematizar e analisar informações pessoais e funcionais desses servidores, assim como conhecer suas opiniões e avaliações sobre temas relacionados à carreira; administração do tribunal; grau de satisfação; metas de produtividade e sistema de promoção, entre outros.  

O resultado da pesquisa será divulgado no próximo ano, de forma genérica, sem identificação dos participantes. Os dados deverão ser cruzados com outras fontes de informação, como o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), a fim de que o perfil dos servidores da Justiça  seja comparado com o da população brasileira.

O Censo Nacional dos Magistrados terá duração de 40 dias. O tempo estimado para o preenchimento do questionário do Censo é de 10 minutos.

O Censo faz parte do Programa de Eficiência, Modernização e Transparência do CNJ. Com base nos resultados da pesquisa, será possível formular política de recursos humanos e políticas públicas para o Judiciário.

Regina Bandeira
Agência CNJ de Notícias