Portuguese PT English EN Spanish ES
Em nove meses, Tribunal paulista produziu 22,5 milhões de atos processuais
Em nove meses, Tribunal paulista produziu 22,5 milhões de atos processuais
Arte: TJSP

Em 16 de março, o Tribunal de Justiça de São Paulo (TJSP) instituía parcialmente o trabalho remoto em razão da pandemia da Covid-19. Desde então, magistrados e servidores produziram 22.561.263 milhões de atos processuais (até 13 de dezembro), entre sentenças, acórdãos, despachos e decisões – número que equivale a 82,6 mil atos diários, incluindo os finais de semana, quando o TJSP funciona em regime de plantão.

No home office, que ainda abrange a maior parte da Corte mesmo após o retorno gradual e escalonado ao trabalho presencial, a prestação jurisdicional é mantida via webconnection: até domingo (13/12), foram registradas 5,6 milhões de conexões e 40.712 usuários distintos.

Confira os números da produção de 1º e 2º Graus no período:

1º grau:

  • Despachos = 7.369.632
  • Decisões Interlocutórias = 11.202.420
  • Sentenças = 2.452.255

2º grau:

  • Despachos = 710.750
  • Decisões monocráticas = 82.540
  • Acórdãos = 743.666

#TrabalhoRemotoTJSP

Além das atividades no sistema por webconnection, os servidores também trabalham na organização das agendas, pesquisas, entre outras tarefas.  O contato do público com o cartório é preferencialmente por e-mail (veja a lista de e-mails das unidades em www.tjsp.jus.br/e-mail). Também estão sendo realizadas audiências por videoconferência. O trabalho funciona em dias úteis, das 9 às 19 horas, e os plantões ordinários (aos finais de semana e feriados) também são remotos e recebem peticionamento eletrônico das 9 às 13 horas. Serviços on-line também foram disponibilizados para auxiliar advogados e jurisdicionados que precisam do Judiciário. As iniciativas evitam o deslocamento e são uma forma de prevenir a disseminação da Covid-19. Veja mais informações sobre os serviços on-line.

Fonte: TJSP

A
Fechar Menu