Equipe do CNJ recebe manifestações do público sobre Justiça goiana

Você está visualizando atualmente Equipe do CNJ recebe manifestações do público sobre Justiça goiana
Compartilhe

Mais de cem pessoas já estiveram no Fórum de Goiânia desde segunda-feira para apresentar à equipe do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) informações e queixas sobre a Justiça estadual de Goiás. O atendimento ao público faz parte da inspeção que está sendo feita pela Corregedoria Nacional de Justiça no TJGO durante toda esta semana e tem como objetivo colher informações dos cidadãos que possam auxiliar nos trabalhos de inspeção.

O atendimento individual está sendo feito na antessala da Biblioteca do Fórum por uma equipe de seis pessoas que participam da inspeção. Sônia Maria Alves foi uma das 101 pessoas atendidas nos três primeiros dias da inspeção. “Fui vítima de um escritório que fazia uso de uma falsa sociedade de advogados onde atuavam pessoas que não eram inscritas na OAB e ainda assim promoviam ações judiciais”, afirmou.

O problema teria ocorrido na fase de execução de uma indenização que seria recebida por Sônia em uma ação contra uma instituição bancária. Sônia relata que acabou recebendo um valor inferior ao esperado e denunciou o fato à polícia, à OAB, à Corregedoria e à Presidência do TJGO.

Segundo técnicos que participam do atendimento, no entanto, a principal queixa apresentada em relação à Justiça estadual de Goiás diz respeito a processos que estariam “parados”. A reclamação mais recorrente é a de que os processos estão conclusos há meses esperando um despacho, o julgamento ou determinada ação e a medida não é tomada.

O atendimento ao público acontece até a próxima sexta-feira (23/11), quando termina o trabalho de inspeção no TJGO. Até quinta-feira, o atendimento é feito de 9h às 17h. Na sexta, será de 9h às 16h. Os interessados devem apresentar documento de identidade, CPF e comprovante de residência no momento do atendimento.

Tatiane Freire
Agência CNJ de Notícias