Equipes do CNJ inspecionam comarcas do interior de Goiás

Você está visualizando atualmente Equipes do CNJ inspecionam comarcas do interior de Goiás
Compartilhe

Parte da equipe da Corregedoria Nacional de Justiça que atua na inspeção na Justiça estadual de Goiás já foi deslocada para a realização de inspeções em comarcas do interior do estado. Além da comarca da capital, Goiânia, estão sendo inspecionadas as comarcas de Anápolis, Niquelândia, Itumbiara, Jataí, Posse e a comarca adjacente, Coribe, no estado da Bahia.

Também serão inspecionadas as comarcas do Tribunal de Justiça do Estado de Goiás (TJGO) que ficam no entorno do Distrito Federal, como Águas Lindas de Goiás, Abadiânia, Alexânia, Cidade Ocidental, Planaltina e Novo Gama. Nesse caso, a inspeção será feita por uma equipe que ficou em Brasília e deve percorrer as comarcas do Entorno ao longo da semana. No total, participam da inspeção no TJGO seis juízes auxiliares do CNJ e quatro magistrados de outros estados, além de 27 servidores da Corregedoria Nacional de Justiça ou cedidos por outros tribunais.

A abertura da inspeção na Justiça estadual de Goiás, no auditório do edifício-sede do TJGO na segunda-feira (19/11), contou com a participação do conselheiro Jefferson Kravchychyn, corregedor nacional de Justiça interino, do presidente do TJGO, desembargador Leobino Valente Chaves, e da corregedora-geral da Justiça no estado, desembargadora Beatriz Figueiredo Franco, entre outras autoridades locais.

Já na segunda-feira, o trabalho de inspeção foi iniciado nas comarcas de Itumbiara, Anápolis e Coribe. A equipe que foi a Coribe seguirá para Posse e, em seguida, Niquelândia. Em Jataí, a inspeção será feita nesta terça-feira. Os alvos das inspeções são as unidades judiciárias e administrativas da Justiça estadual de primeiro e segundo grau, além dos cartórios extrajudiciais.

A partir das informações colhidas durante a inspeção, a Corregedoria Nacional de Justiça deve elaborar um relatório com sugestões para aprimorar a prestação jurisdicional no estado. A inspeção vai até esta sexta-feira (23/11).

Tatiane Freire
Agência CNJ de Notícias