Frente Parlamentar de Combate à Corrupção visita CNJ

Compartilhe

Na manhã desta quarta-feira (21/3), a corregedora Nacional de Justiça, ministra Eliana Calmon, recebeu integrantes da Frente Parlamentar Mista de Combate à Corrupção da Câmara dos Deputados. No encontro, os parlamentares pediram o apoio da Corregedoria na mobilização por maior celeridade no julgamento de processos de casos de corrupção no País. A ministra sinalizou o apoio ao pleito e mostrou aos parlamentares o Cadastro Nacional de Condenações Cíveis por Atos de Improbidade Administrativa, criado pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ).

Durante o encontro, os parlamentares informaram à ministra sobre as dificuldades em avançar nas reivindicações em forma de propostas legislativas que tramitam na Câmara dos Deputados. De acordo com o presidente da Frente, deputado Francisco Praciano (PT-AM), dezenas de proposições estão aguardando votação no plenário da Casa há anos.

A ministra Eliana Calmon afirmou aos deputados que o Cadastro do CNJ recebe informações de juízes de todo o País, com as informações de pessoas físicas e jurídicas condenadas por improbidade. Segundo ela, a ferramenta é uma importante aliada no trabalho realizado pelos parlamentares.

Na oportunidade, os deputados também parabenizaram a ministra pelo trabalho do CNJ. Segundo o deputado Praciano, o trabalho dos membros do Conselho tem sido fundamental para aproximar o cidadão da realidade da Justiça. A ministra ressaltou que o Brasil vive um momento único, “em que a sociedade pede e percebe mudanças positivas no sistema judiciário”.

Mais de 200 parlamentares fazem parte Frente Parlamentar Mista de Combate à Corrupção da Câmara dos Deputados. O Cadastro Nacional de Condenações Cíveis por Atos de Improbidade Administrativa do CNJ é público e tem mais de cinco mil registros.

Aleandro Rocha
Agência CNJ de Notícias