Interessados visitam parque de peças da Vasp

Compartilhe

Mais de 40 interessados em adquirir peças de manutenção de Boeings e Airbus pertencentes à antiga Vasp se cadastraram junto à 1ª Vara de Falências de São Paulo para a visita ao Parque de Peças da empresa, localizado no Aeroporto de Congonhas (SP). A visita será realizada nesta terça-feira (14/2), das 10h às 16h. Funcionários do escritório contratado para administrar a massa falida acompanharão as visitas.

Há cerca de 80 mil peças para serem vendidas, entre arruelas de vedação e parafusos aeronáuticos até mesas de refeição, asas e turbinas. Após as visitas, a pessoa ou empresa interessada em adquirir alguma peça deve manifestar nos autos do processo de falência o interesse, sugerindo o preço a ser pago. Em seguida, um perito faz uma avaliação sobre o valor da peça e cabe ao juiz decidir se aceita ou não a proposta apresentada para compra da peça.

De acordo com o juiz auxiliar da Corregedoria Nacional de Justiça e presidente da Comissão Executiva do Programa Espaço Livre, Marlos Melek, não há estimativa de arrecadação para venda das peças. O dinheiro arrecadado será revertido para pagamento dos credores da empresa, principalmente trabalhistas.

A venda das peças de manutenção da Vasp é uma iniciativa do Programa Espaço Livre – Aeroportos, da Corregedoria Nacional de Justiça. O programa foi criado em fevereiro do ano passado com o objetivo de tornar possível a remoção de sucatas de aviões, principalmente os pertencentes a empresas aéreas falidas, dos aeroportos brasileiros.  Participam do programa os diversos relacionados à questão: CNJ, Secretaria Especial da Aviação Civil da Presidência da República, Agência Nacional de Aviação Civil, Infraero, Ministério da Defesa, TCU, Tribunal de Justiça de São Paulo e Ministério Público de São Paulo.

Tatiane Freire
Agência CNJ de Notícias