Jornada da Justiça e Cidadania alcança 10 mil estudantes do AM

Você está visualizando atualmente Jornada da Justiça e Cidadania alcança 10 mil estudantes do AM

Com palestras direcionadas a 1,1 mil estudantes da escola escola Roberto dos Santos Vieira, localizada no bairro Nova Cidade (zona Norte de Manaus), o Tribunal de Justiça do Amazonas (TJAM), por meio da Coordenadoria da Infância e Juventude (COIJ), conclui na última sexta-feira (15) mais um ciclo do projeto “Jornada Justiça e Cidadania”, que em neste ano alcançou um total de 10 mil alunos da rede pública de ensino.

Em 2017, conforme informações da COIJ, o projeto foi levado às escolas municipais Elvira Borges, Maria do Socorro Azevedo, Ana Maria de Souza Barros, Nossa Senhora das Graças e Ana Maria Mota. Já na rede estadual, as ações do projeto chegaram às escolas Sebastião Loureiro, Letício de Campos, Samuel Benchimol e Roberto dos Santos Vieira.

Nestas unidades de ensino os estudantes tiveram acesso a palestras sobre qualidade de vida e cidadania, ministradas por profissionais do TJAM e de órgãos parceiros.

Na escola estadual Roberto dos Santos Vieira, por exemplo, nesta sexta-feira (15) os alunos tiveram acesso às palestras “Estatuto da Criança e do Adolescente e seus princípios”, “Violência contra crianças e adolescentes”, “Acolhendo Vidas”, “Queimadas Urbanas”, “Padrões sociais de gêneros”, “Identidade de Gênero e Educação”, “Perigos da Internet”, “Exploração e Abuso Sexual”, “Serviços Socioassistenciais”, “Importância da Educação e Liberdade”, “Comunicação não violenta”, “ECA vai à escola”, “Métodos contraceptivos e gravidez na adolescência”, “Combate à Violência (programa Proerd)”, “Bullying na escola”, “Prevenção ao suicídio”, “Educar para prevenir” e “Câncer e seus fatores”.

Na escola Roberto Vieira, assim como das demais unidades de ensino visitadas, as palestras foram ministradas por técnicos do Coordenadoria da Infância e Juventude, Juizado da Infância e Juventude e do Centro Judiciário de Solução Consensual de Conflitos do TJAM, da Secretaria de Estado de Saúde (Susam), Polícia Militar do Amazonas, Defesa Civil, Fundação Cecon, Secretaria Municipal de Assistência Social e Direitos Humanos, Defensoria Pública do Estado do Amazonas e Ordem dos Advogados do Brasil.

À frente das atividades do projeto, a juíza titular da Coordenadoria da Infância e Juventude, Rebeca de Mendonça Lima, acompanhou as atividades de formação desenvolvidas na escola Roberto Vieira e informou, na oportunidade, que em 2017 os objetivos do projeto foram alcançados. “Mobilizamos entidades parceiras para levar instruções e informações imprescindíveis para a formação da comunidade estudantil, tratando sobre seus direitos, seus deveres, favorecendo a qualidade de vida e estimulando a cidadania”, pontuou.

A juíza titular da 11ª Vara Criminal da Comarca de Manaus, Eulinete Tribuzzy, também participou da Jornada na escola Roberto Vieira, ministrando palestra sobre o projeto Reeducar, por ela coordenado, o qual promove ações de reinserção social de presos liberados provisoriamente do sistema carcerário.

O gestor da escola estadual Roberto Vieira, professor Evandro Matos Martins, enalteceu a iniciativa do TJAM e frisou que os temas abordados são fundamentais para a formação dos alunos e complementam a formação escolar pedagógica.

Fonte: TJAM

Deixe um comentário