Judiciário capixaba cria comitê de TI recomendado por norma do CNJ

Você está visualizando atualmente Judiciário capixaba cria comitê de TI recomendado por norma do CNJ
Foto: Arquivo

O Tribunal de Justiça do Espírito Santo (TJES) instituiu o Comitê de Governança de Tecnologia da Informação e Comunicação (CGTIC), no âmbito do Judiciário Capixaba, na quinta-feira (14/1). A tecnologia da informação e comunicação constitui ferramenta indispensável à realização das funções institucionais no estado. A criação do comitê atende à resolução do CNJ 211/2015, que instituiu a Estratégia Nacional de Justiça da Informação de Comunicação do Poder Judiciário (Entic-JUD) para o sexênio 2015-2020.

O CGTIC definirá princípios e diretrizes que orientem a forma de utilização da tecnologia da informação no TJES, estratégias, indicadores e metas institucionais. Aprovará planos de ações, táticos, operacionais e de nivelamento, que serão elaborados pelo Comitê Gestor de TIC a ser instituído pela Secretaria de Tecnologia e Informação (STI). O grupo também vai desenvolver capacitação para gestores e técnicos, priorizar a elaboração de projetos de sistemas e avaliar os padrões estabelecidos pelo CNJ.

Até 1º de março, o Comitê de Governança irá apresentar à presidência do TJES o Plano Estratégico de Tecnologia da Informação e Comunicação (Petic) e o Plano Diretor de Tecnologia da Informação e Comunicação (PDTIC). O ato que institui o comitê e define suas competências está assinado pelo presidente do tribunal, desembargador Annibal de Rezende Lima, e publicado no Diário da Justiça desta quinta-feira.

Fonte: TJES