Lances em leilão de aeronaves da Vasp podem ser feitos pela Internet a partir do dia 20

Você está visualizando atualmente Lances em leilão de aeronaves da Vasp podem ser feitos pela Internet a partir do dia 20
Compartilhe

Começa nesta sexta-feira (20/9) o leilão para a venda do material resultante do desmonte de 17 aeronaves de grande porte pertencentes à massa falida da Vasp. A ação faz parte do programa Espaço Livre – Aeroportos, da Corregedoria Nacional de Justiça.

No período de 20 a 30 de setembro, os interessados poderão oferecer lances por meio eletrônico, no site www.freitasleiloesonline.com.br. O fechamento da venda de cada lote ocorrerá no dia 30, quando será realizado um pregão presencial na Casa de Portugal, em São Paulo, a partir das 14 horas.

Na ocasião, os lances feitos pelo site concorrerão em igualdade de condições com as ofertas feitas presencialmente. O preço mínimo de cada lote foi fixado entre R$ 15 mil e R$ 60 mil. O valor varia de acordo com o peso do material contido em cada lote.

No total, serão leiloadas 448 toneladas de sucata, provenientes do desmonte de 16 Boeings e um Airbus A 300. O material está nos aeroportos de Guarulhos (4 aeronaves) e Campinas (1 aeronave), no estado de São Paulo, Salvador/BA (3 aeronaves), Brasília/DF (3 aeronaves), Recife/PE e Manaus/AM (2 aeronaves cada), Galeão, no Rio de Janeiro (1 aeronave), e Confins, em Minas Gerais (1 aeronave).

Também irão a leilão bens móveis pertencentes à massa falida da Vasp, como cadeiras, mesas, quadros e armários. Nesse caso, os lances eletrônicos podem ser feitos a partir do dia 16 de setembro, no site citado anteriormente, e o fechamento do leilão será no dia 26 de setembro.

Após a venda das 17 aeronaves, restará apenas uma aeronave pertencente à massa falida da Vasp. O avião está no aeroporto de São Luís/MA e aguarda avaliação judicial. Outras nove aeronaves que estavam no aeroporto de Congonhas, em São Paulo, já foram desmontadas e alienadas judicialmente.

Os recursos arrecadados com os leilões, realizados pela 1ª Vara de Falências e Recuperações Judiciais de São Paulo, são direcionados ao pagamento de credores da massa falida da companhia aérea.

Tatiane Freire
Agência CNJ de Notícias