Mais de 200 mil pessoas buscam a conciliação em todo o país

Você está visualizando atualmente Mais de 200 mil pessoas buscam a conciliação em todo o país
Compartilhe

Nos três primeiros dias da Semana Nacional da Conciliação deste ano, mais de 200 mil pessoas foram atendidas nos Núcleos de Conciliação e eventos paralelos do evento, em todo o Brasil. Os dados podem ser acompanhados diariamente pelo Portal do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), que promove a campanha, em parceria com os tribunais. De acordo com os números encaminhados ao CNJ até a manhã desta quinta-feira (27/11) por 34 cortes, foram realizadas 84,7 mi audiências e movimentados R$ 413 milhões em valores negociados.

Os resultados ainda são parciais. Os tribunais têm até 5 de dezembro para encaminhar ao CNJ os números totalizados. A IX edição da Semana Nacional da Conciliação contou, nos primeiros dias, com uma força de trabalho de mais de 9 mil pessoas, entre juízes, desembargadores, juízes leigos, conciliadores, servidores e colaboradores.

O esforço concentrado da Justiça tem como objetivo estimular a solução de conflitos por meio de acordos entre as partes. Em todo o país, diversos tribunais elaboram atividades para reforçar a importância da pacificação da Justiça. No Amapá, além da Semana, o TJAP criou o programa mensal de conciliação que deve encerrar 2014 com 11 semanas estaduais de conciliação.

Mutirão  No Rio de Janeiro, o Centro de Conciliação dos Juizados Especiais Cíveis do Tribunal de Justiça fluminense organizou mutirão da conciliação focado em processos da empresa de telefonia Oi/Telemar, obtendo um índice de 82,32% de acordos em 392 audiências. Até sexta-feira, a previsão é de que a unidade realize 1.911 audiências, com a participação de outras 21 empresas.

Na Bahia, a Semana Nacional da Conciliação já conseguiu fechar mais de 15 mil acordos nos três primeiros dias de mutirão. A Semana Nacional da Conciliação de 2014 começou na segunda-feira (24/11) e termina nesta sexta-feira (28/11).

Participam do mutirão tribunais estaduais, federais e do trabalho. A IX Semana Nacional foi aberta em São Paulo pelo presidente do CNJ, ministro Ricardo Lewandowski. O evento integra a Política Judiciária Nacional de tratamento adequado dos conflitos de interesses no âmbito do Poder Judiciário, prevista na Resolução n. 125, instituída pelo CNJ em 2010.

Regina Lúcia Bandeira
Agência CNJ de Notícias