Ministro Carlos Alberto deixará o Conselho em 5 de março

Você está visualizando atualmente Ministro Carlos Alberto deixará o Conselho em 5 de março
Compartilhe

No dia 5 de março, o ministro Carlos Alberto Reis de Paula deixará o Conselho Nacional de Justiça (CNJ) e assumirá a presidência do Tribunal Superior do Trabalho (TST) para o biênio 2013/2015. Após sua eleição, o ministro anunciou que se afastará das atividades que exerce na Universidade de Brasília (UnB) e renunciará ao mandato do CNJ, tão logo seja empossado no novo cargo.

Com a renúncia de Carlos Alberto Reis de Paula da função de conselheiro do CNJ, o Pleno do TST irá se reunir para indicar um ministro para substituí-lo. O escolhido assumirá a vaga para novo mandato de 2 anos. Carlos Alberto é conselheiro do CNJ desde agosto de 2011, tendo presidido a Comissão Permanente de Gestão Estratégica, Estatística e Orçamento. Essa comissão analisa o funcionamento das várias instâncias do Poder Judiciário, sendo responsável também pela pesquisa Justiça em Números e pelo orçamento dos projetos estratégicos, além de promover a troca de experiências entre os tribunais. Segundo informações da assessoria de imprensa do TST, ainda não há sugestões de nomes para ocupar a futura vaga no CNJ.

Monalisa Silva
Agência CNJ de Notícias