Núcleos Permanentes de Conciliação reúnem-se nesta sexta-feira em Brasília

Você está visualizando atualmente Núcleos Permanentes de Conciliação reúnem-se nesta sexta-feira em Brasília

Pela primeira vez, representantes dos Núcleos Permanentes de Métodos Consensuais de Solução de Conflitos (Nupemecs) e dos Centros Judiciários de Solução de Conflitos e Cidadania (Cejuscs) estarão reunidos para debater os desafios e caminhos que o Judiciário deve percorrer para fortalecer a Política Nacional de Conciliação. Promovido pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ), sob coordenação da Comissão Permanente de Acesso à Justiça e Cidadania, o Encontro Nacional de Núcleos e Centrais de Conciliação ocorrerá nesta sexta-feira (12/12), em Brasília/DF, na sede do Tribunal Superior do Trabalho (TST).

Além dos coordenadores dos Nupemecs e Cejuscs, devem participar do evento membros dos Tribunais Regionais Federais (TRFs), da Justiça do Trabalho (TRTs) e dos Tribunais de Justiça Estaduais (TJs) envolvidos no movimento pela Justiça consensual brasileira. De acordo com o coordenador do Comitê Gestor pela Conciliação, conselheiro Emmanoel Campelo, a reunião terá “caráter pragmático” para promover de maneira prática a troca de experiências entre os participantes.

“Será um encontro onde os membros dos Nupemecs e Cejuscs poderão apresentar seus modelos de gestão e suas rotinas, possibilitando que outros tribunais tenham acesso a essas experiências. Isso é fundamental para conhecermos os modelos que vem dando certo, os que estão surtindo melhores resultados, e os que precisam melhorar. Estamos abertos às sugestões”, disse Campelo.

O conselheiro também explicou que o encontro permitirá saber de maneira mais profunda como os tribunais têm conseguido cumprir (ou não) as diretrizes da Resolução CNJ n. 125, estabelecidas pelo CNJ em 2010.

Os Nupemecs têm como missão promover a pacificação social entre litigantes e, por meio de ações permanentes, desenvolver a Política Nacional de Conciliação, instituída pela Resolução CNJ n. 125. Cabe aos Núcleos, por exemplo, propor realização de convênios e parcerias, incentivar capacitação de servidores conciliadores e estimular programas de mediação comunitária. Já aos Cejuscs cabe a realização de audiências e sessões de conciliação e mediação, bem como outros serviços de atendimento e orientação ao cidadão.

Na parte da manhã do encontro, o coordenador do Nupemec do Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo (TJSP), José Roberto Neves Amorim, deverá fazer uma palestra sobre a experiência na implantação de Cejuscs. São Paulo é a cidade com maior número de Centros instalados; em média, dois Cejuscs são criados por semana. À tarde, estão previstas mesas de debates entre os participantes.

Serviço:
Encontro Nacional dos Núcleos Permanentes de Métodos Consensuais de Solução de Conflitos e dos Centros Judiciários de Solução de Conflitos e Cidadania
Hora: das 9h às 16h
Data: dia 12 de dezembro
Local: Auditório Mozart Victor Russomano, do Tribunal Superior do Trabalho (TST)
Endereço: Setor de Administração Federal Sul  Quadra 8  Lote 1, Brasília/DF
Telefone: (61) 3043-4300

Regina Bandeira
Agência CNJ de Notícias

Deixe um comentário