Número de fãs do CNJ no Facebook supera a marca dos 100 mil

Você está visualizando atualmente Número de fãs do CNJ no Facebook supera a marca dos 100 mil
Compartilhe

Um presente de Natal que vale 100 mil. A página do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) no Facebook (www.facebook.com/cnj.oficial) conquistou, em dezembro de 2012, a expressiva marca de 104 mil fãs, que curtem, compartilham ou comentam as notícias que envolvem o Conselho, criado para aperfeiçoar o sistema judiciário brasileiro.

As mensagens postadas pela equipe do núcleo de redes sociais do CNJ para o Dia do Advogado/Dia da Advogada foram as mais repercutidas entre os mais de dois mil posts criados; somados, 228 mil pessoas os acessaram curtindo ou comentando ambas as publicações.
 
A campanha Conte até 10, em parceria com o Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP), foi responsável por 96.864 manifestações no Facebook; o post sobre o Dia Nacional da Consciência Negra alcançou 56.144 curtidas; e as frases do presidente do órgão, ministro Joaquim Barbosa, tiveram aprovação de 48.528 pessoas.

O CNJ entrou na rede social de maior destaque no mundo em abril de 2011 e, desde então, vem conseguindo conquistar 4 mil novos fãs por semana. Por dia, são postadas cinco publicações sobre os mais diversos assuntos do universo jurídico.

Já viraram posts do Facebook do CNJ dicas de concurso público; notícias sobre projetos de lei que tramitam no Senado e na Câmara; notícias sobre as causas que o órgão abraça, como o combate à violência contra a mulher, contra crianças e adolescentes e ao tráfico de pessoas, assim como o fortalecimento do Judiciário pela disseminação da cultura da paz e da conciliação.

“Com o Facebook potencializamos o alcance das nossas mensagens: só em novembro alcançamos 10 milhões de pessoas”, afirma Tarso Rocha, coordenador de Comunicação Institucional do CNJ.

Juridiquês – Semanalmente, a página do CNJ no Facebook publica trechos de decisões judiciais de difícil compreensão para o cidadão não familiarizado com o chamado “juridiquês” seguida da respectiva tradução. Também é publicado semanalmente um Glossário Jurídico com os termos mais utilizados, além de casos judiciais interessantes que chamaram atenção nos sites dos tribunais brasileiros.

O Brasil é o segundo país com maior número de usuários do Facebook no mundo, ficando atrás apenas dos EUA.

Regina Bandeira
Agência CNJ de Notícias