Para reduzir volume, Tribunal de Roraima destrói cópias de processos

Você está visualizando atualmente Para reduzir volume, Tribunal de Roraima destrói cópias de processos

Na manhã da sexta-feira (11/3), foram destruídas cópias de processo criminal sigiloso encaminhadas à Comissão Permanente de Avaliação de Documentos do Tribunal de Justiça de Roraima (TJRR). A queima deveu-se à necessidade de sigilo e ao grande volume de documentos. As cópias foram eliminadas sem necessidade de qualquer procedimento de publicação ou análise, segundo a orientação do Conselho Nacional de Justiça (CNJ).

O processo foi acompanhado pelo policial militar Alexandre da Silva, pelo técnico judiciário Giovani Moura e pelo presidente da Comissão Permanente de Avaliação de Documentos Rosalvo Ribeiro Silveira. A queima foi efetuada no Distrito Industrial em uma fábrica de tijolos, seguindo os critérios de responsabilidade social e de preservação ambiental.

“A queima das cópias foi atípica em razão do grande volume para o descarte e o grau de sigilo, pois, as cópias desnecessárias podem ser eliminadas na própria Secretaria da Vara ou setor administrativo de origem”, explicou Ribeiro.

Fonte: TJRR