Parceria vai contribuir com apurações disciplinares e criminais

Você está visualizando atualmente Parceria vai contribuir com apurações disciplinares e criminais
Compartilhe

A corregedora nacional de Justiça, ministra Eliana Calmon, firmou, nesta quarta-feira (5/9), parceria com a Polícia Federal (PF) que prevê o compartilhamento de informações entre os dois órgãos. A iniciativa vai contribuir para o andamento das apurações disciplinares feitas pela Corregedoria Nacional e dos inquéritos instaurados pela PF. “É preciso aproximar o Judiciário à Polícia Federal e a todos os outros órgãos que trabalham no combate ao crime”, afirmou a ministra Eliana Calmon. O ministro Francisco Falcão, que assume o cargo de corregedor nacional nesta quinta-feira (6/9), também acompanhou a assinatura do termo de cooperação.

O acordo prevê a troca de experiências e dados, como documentos, provas técnicas e informações de inteligência, que possam ser úteis ao trabalho tanto da Corregedoria quanto da Polícia Federal. Além disso, possibilita a criação de grupos de trabalho, integrados por membros dos dois órgãos, para a discussão de temas de interesse comum. A parceria vai assegurar também a realização de ações conjuntas de capacitação. “Esse termo é a formalização de uma parceria que se construiu buscando um bem maior: proteger a sociedade e o Brasil”, afirmou o diretor-geral do Departamento de Polícia Federal, Leandro Coimbra.  

Mariana Braga
Agência CNJ de Notícias