Pesquisa Justiça em Números dá transparência ao Judiciário, diz ministro Ayres Britto

Você está visualizando atualmente Pesquisa Justiça em Números dá transparência ao Judiciário, diz ministro Ayres Britto
Compartilhe

Ao abrir, na noite desta segunda-feira (29/10) o V Seminário Justiça em Números, em Brasília, o presidente do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) e do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Ayres Britto, disse que as informações trazidas pela pesquisa Justiça em Números conferem mais transparência ao Poder Judiciário e estão em sintonia com o atual momento histórico. “Vivemos novos tempos. Tempos de transparência na gestão da coisa pública, de visibilidade do Poder, tempos de responsabilização pessoal, de abertura dos escaninhos, dos recintos, dos espaços do Poder Judiciário para o escrutínio e análise crítica da sociedade”, afirmou o ministro Ayres Britto.

Divulgada nesta segunda-feira, a pesquisa traz um panorama completo da estrutura e da atuação do Poder Judiciário, a partir de informações referentes ao ano de 2011. De acordo com a pesquisa, o número de processos em tramitação na Justiça chegou a 90 milhões no ano passado. A pesquisa revelou ainda que outras 26 milhões de ações ingressaram na Justiça ao longo de 2011, aproximadamente o mesmo número de processos resolvidos. O volume de processos baixados aumentou 7,4%, mas o número de casos novos apresentados em 2011 também teve aumento de 8,8% em relação ao ano anterior.

Para o presidente do Superior Tribunal de Justiça (STJ), ministro Felix Fischer, os números apresentados ajudarão o Judiciário na construção do seu futuro. “O relatório do exercício anterior insere-se no esforço do Poder Judiciário para ampliar a transparência e adotar métodos modernos de planejamento, avaliação e gestão de desempenho por meio de indicadores mais refinados. A fotografia que agora temos do passado deve servir de base para o exercício coletivo da construção do futuro que queremos para o Judiciário”, disse o ministro. Também participaram da abertura o presidente do Tribunal de Justiça do Distrito Federal e dos Territórios (TJDFT), João de Assis Mariosi, o ministro João Batista Brito Pereira, do Tribunal Superior do Trabalho (TST), e o secretário de Reforma do Judiciário do Ministério da Justiça, Flavio Crocce Caetano.

O V Seminário Justiça em Números prossegue no auditório do STJ, em Brasília, nesta terça-feira (30/10). Durante o seminário, que reúne especialistas estrangeiros e brasileiros, são analisados os dados coletados pela pesquisa. A programação desta terça prevê a participação de representantes da Comissão Europeia para Eficiência da Justiça na Europa, do Centro de Estudos Judiciários da América, da Suprema Corte dos Estados Unidos, além de dirigentes dos tribunais e de instituições de pesquisa brasileiras.

Tatiane Freire
Agência CNJ de Notícias

Leia mais:
Dados revelam confiança da sociedade na Justiça, diz conselheiro