Presidente e corregedor do CNJ prestigiam lançamento do Anuário da Justiça

Você está visualizando atualmente Presidente e corregedor do CNJ prestigiam lançamento do Anuário da Justiça
Compartilhe

O presidente do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), ministro Dias Toffoli, e o corregedor nacional de Justiça, ministro Humberto Martins, participaram, na noite de quarta-feira (21/11), do lançamento da edição 2019 do Anuário da Justiça Federal, uma publicação da editora Consultor Jurídico. O evento ocorreu no Espaço Cultural do Superior Tribunal de Justiça (STJ).

O lançamento da publicação foi feito em conjunto com o Brazil Justice Yearbook 2018, a versão em inglês do Anuário da Justiça Brasil 2018, com os perfis de todos os ministros do Supremo Tribunal Federal (STF), do STJ e dos demais tribunais superiores.

“É a única publicação existente sobre a Justiça brasileira em inglês”, disse o diretor da Revista, Márcio Chaer, ao exaltar seu orgulho em saber que muitos ministros, quando viajam ao exterior, utilizam o anuário como uma espécie de “cartão de visitas”.

Aproximação com a sociedade

Ao parabenizar o trabalho desenvolvido, o ministro Dias Toffoli destacou que o Anuário é um instrumento de aproximação do Judiciário com a sociedade brasileira e também de grande utilidade para os próprios magistrados.

“Muitas vezes não conseguimos acompanhar todas as decisões que vem desde a primeira instância, passando pelos tribunais e, depois, chegando aos tribunais superiores e, por fim, ao Supremo Tribunal Federal”, disse o ministro.

“Como presidente do Supremo Tribunal Federal e do Conselho Nacional de Justiça, tenho que agradecer por esse belo trabalho que o Consultor Jurídico faz em mostrar os nossos serviços e a nossa produção”, concluiu Toffoli.

Fronteiras ultrapassadas

O corregedor Nacional de Justiça, ministro Humberto Martins, também destacou que o Anuário é mais do que uma compilação de dados sobre o funcionamento do Poder Judiciário. A publicação é uma análise importante e detalhada de cada uma das jurisdições, com destaque para atuação dos membros do Judiciário.

“O Anuário e os demais produtos da Revista Consultor Jurídico interessam à comunidade jurídica do Brasil e do mundo. Os Anuários e o Yearbook são consagrados produtos, cujo alcance ultrapassa as fronteiras do nosso país. No mundo atual, não basta ser eficiente. É importante – por razões de transparência – divulgar o que tem sido feito. Será somente com a atenção aos princípios da eficiência e da publicidade que o Poder Judiciário melhorará”, afirmou o ministro.

O Anuário traz os perfis de todos os 138 desembargadores federais e das 45 turmas de julgamento em que atuam. Reportagens e dados estatísticos  mostram como cada Tribunal Regional Federal vem trabalhando nesse ramo especializado da Justiça, que movimenta 8,7 milhões de processos no país.

Corregedoria Nacional de Justiça