Remoção de aeronaves tem início às 14h desta terça-feira (23) em Congonhas

Compartilhe

O Programa Espaço Livre, do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) em parceria com o Governo Federal, inicia nesta terça-feira (23/08), em São Paulo, os trabalhos de desmontagem, remoção e armazenamento de peças de aeronaves abandonadas que fazem parte da massa falida da companhia aérea Vasp no Aeroporto de Congonhas. O programa foi implantado pelo CNJ em março deste ano, de forma integrada com o Comando da Aeronáutica (Comar) e a Secretaria de Aviação Civil (SAC), por meio da Infraero e da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac).

Inicialmente, serão desmontadas em Congonhas quatro aeronaves, num investimento de R$ 210 mil (R$ 35 mil por equipamento). A empresa que fará o desmonte foi contratada pela Infraero, por meio de licitação.

A cerimônia que marcará o começo das atividades, a ser realizada com a presença da corregedora nacional de Justiça, ministra Eliana Calmon, acontecerá no Aeroporto de Congonhas, a partir das 14h. Contará com as presenças, além da corregedora, do ministro-chefe da Secretaria de Aviação Civil, Wagner Bittencourt; do presidente da Infraero, Gustavo do Vale e do juiz Marlos Augusto Melek, presidente da Comissão  Executiva do Programa Espaço Livre, do CNJ, além de outras autoridades civis e militares.

SERVIÇO: Cerimônia de início do desmonte e remoção de carcaças de aeronaves do Aeroporto de Congonhas
Local: Pavilhão das Autoridades, Aeroporto de Congonhas São Paulo (SP) Prédio anexo ao aeroporto, após o check-in da TAM
Data: 23/08
Horário: 14h

Contatos:
CNJ/ Jorge Vasconcelos: 61-8118.9514
Infraero: 11- 5090-9030 ou 9395/ 5033-6225 ou 6087 / 9658-9655.
OBS: Representantes dos veículos de imprensa deverão comparecer com 30 minutos de antecedência.

Agência CNJ de Notícias com Infraero