Suspensão do pagamento de auxílio-moradia em três tribunais trabalhistas é destaque do CNJ no Ar

Compartilhe

O programa CNJ no Ar desta quarta-feira (8/5) destaca a decisão do conselheiro Emmanoel Campelo, do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), de suspender, por meio de liminar, atos normativos dos Tribunais Regionais do Trabalho da 8ª (jurisdição sobre Pará e Amapá), 9ª (Paraná) e 13ª Região (Paraíba) que instituíram o benefício do auxílio-moradia para magistrados por meio de resoluções.

Destaca também o projeto Família Hospedeira, criado pela Vara da Infância e Juventude de Pidamonhangaba, em São Paulo, na entrevista com o juiz da Terceira Vara Cível de Pindamonhangaba, Alessandro de Souza Lima.

O CNJ no Ar é transmitido pela Rádio Justiça, de segunda a sexta-feira, a partir das 10 horas, na frequência 104.7 FM. O programa, uma parceria entre o CNJ e a Rádio Justiça, também pode ser acessado pelo site www.radiojustica.jus.br.

Agência CNJ de Notícias