Trabalho desenvolvido pelo Justiça ao Jovem será apresentado em fórum, nesta quinta (25)

Compartilhe

Os juízes auxiliares da presidência do Conselho Nacional de Justiça (CNJ)  Reinaldo Cintra e Daniel Issler realizarão, nesta quinta-feira, às 16h, no Fórum Nacional de Justiça Juvenil (FONAJUV), exposição sobre os trabalhos do Programa Justiça ao Jovem.  O evento é apoiado pela Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República, será realizado até sexta-feira (26/8), em Brasília, e contará com a participação da ministra Maria do Rosário, titular da pasta.

O Fonajuv reúne juízes da infância e juventude de todo o país para discutir a execução de medidas socioeducativas.  Na palestra, Cintra e Issler, coordenadores do programa Justiça ao Jovem, do CNJ, falarão sobre o desenvolvimento desse trabalho, que tem por objetivo traçar o diagnóstico da internação de jovens envolvidos em atos infracionais.
O programa já passou por unidades de internação e varas de infância e juventude com atribuição de fiscalização sobre estas unidades em praticamente todos os estados.

São Paulo é a último estado do país a ser visitado. Equipes do projeto terminaram, na última sexta-feira (19/8), o levantamento nos estabelecimentos da capital e região metropolitana. Em setembro, os grupos seguem para o interior paulista, onde existem cerca de 70 unidades de internação. Com a conclusão das visitas, o CNJ irá elaborar um relatório nacional, sobre a internação de adolescentes no Brasil. A expectativa é a de que o documento seja divulgado até o fim do ano.

Giselle Souza
Agência CNJ de Notícias