Três tribunais se mobilizam para que servidores respondam ao Censo

Você está visualizando atualmente Três tribunais se mobilizam para que servidores respondam ao Censo

Com o objetivo de contribuir para a construção do diagnóstico da Justiça brasileira, o Superior Tribunal Militar (STM), o Tribunal de Justiça do Distrito Federal e dos Territórios (TJDFT) e o Tribunal de Justiça do Estado da Paraíba (TJPB) resolveram incentivar seus servidores a preencherem o questionário do Censo Nacional do Poder Judiciário. Juntos, os três tribunais buscam a adesão de 6.854 pessoas que ainda não participaram do levantamento realizado pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ).

Em todo o País, o Censo já foi respondido por 129,8 mil servidores até a manhã desta quarta-feira (25/9). Das respostas enviadas, 6.156 foram do STM, do TJDFT e do TJPB. Os três tribunais pretendem elevar o número de preenchimento de formulários por meio de uma ofensiva de comunicação. O objetivo é motivar a participação na pesquisa, que visa conhecer o perfil dos servidores do Poder Judiciário e sua opinião em relação ao trabalho que realizam.

No STM, as iniciativas programadas para a mobilização ocorreram na sexta-feira (20/9). O Dia D da campanha abrangeu visitas aos locais de maior circulação de servidores, com distribuição de fôlderes e encaminhamento de e-mails. Até esta quarta-feira, 724 (61,93%) pessoas que trabalham na Justiça Militar da União responderam às 39 perguntas do questionário. O STM possui 1.169 servidores, dos quais 445 ainda não responderam ao Censo.

Semana D  Durante toda esta semana, de 23 a 27 de setembro, o TJDFT promove a “Semana D”, iniciativa criada para estimular o preenchimento do Censo Nacional. Do total de 7.460 servidores, 3.422 (ou 45,87% do total) já preencheram o questionário, mas ainda faltam 4.038 pessoas. A ideia é mobilizá-las para que respondam ao formulário.

O Tribunal de Justiça do Estado da Paraíba (TJPB) também convocou seus servidores para uma pausa, a fim de contribuírem para o diagnóstico. O questionário do Censo foi disponibilizado, por meio de um banner, no portal do tribunal paraibano na internet. Lá, o chamado Dia D teve o apoio de entidades de classe, que fortaleceram a campanha para a conscientização pela participação dos servidores Judiciário estadual na pesquisa. Dos 4.381 servidores locais, 2.371 ainda não participaram. Desde o início do Censo, quase a metade dos funcionários do TJPB – 2.010, o equivalente a 45,88% do total – preencheu o formulário.

Cinco minutos  O tempo estimado para o preenchimento do questionário do Censo é de apenas 5 minutos. O questionário busca saber desde o grau de envolvimento do servidor com suas atividades até o nível de satisfação com as funções desempenhadas e com o tribunal onde ele trabalha, passando por pontos menos subjetivos, como média de horas trabalhadas no dia, nível de escolaridade e estado civil.

Todos os dados fornecidos pelos servidores ao Censo serão mantidos em sigilo e os resultados serão divulgados de forma genérica, sem identificação dos participantes. A coleta de dados teve início em 26 de agosto e estará disponível até 9 de outubro.

Edilene Cordeiro
Agência CNJ de Notícias