Tribunais discutirão prioridades para cada ramo da Justiça

Você está visualizando atualmente Tribunais discutirão prioridades para cada ramo da Justiça
Compartilhe

Os presidentes dos tribunais brasileiros participarão de reuniões setoriais, divididas por ramo de Justiça (Estadual, Federal, do Trabalho, Eleitoral e Militar), durante o VI Encontro Nacional, que será realizado em Aracaju/SE. O objetivo é possibilitar que cada segmento discuta as prioridades específicas de trabalho e fixe metas a serem alcançadas pelos tribunais.

Segundo o secretário-geral do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), Francisco Alves Júnior, essa é uma inovação trazida pela sexta edição do encontro. “Essas reuniões setoriais vão agilizar e qualificar o debate, porque os presidentes de tribunais poderão tratar sobre os temas específicos de cada segmento da Justiça”, destaca.

Além de possibilitar a troca de experiências entre os dirigentes de um mesmo ramo da Justiça, as reuniões vão estreitar o diálogo entre os tribunais e o CNJ, já que cada grupo contará com a participação de um conselheiro. “Será uma oportunidade para os dirigentes dialogarem entre si e com os conselheiros”, reforça o secretário-geral. Todas as propostas aprovadas nas setoriais serão levadas à Plenária final do encontro, quando os presidentes irão definir as metas e prioridades do Judiciário para os anos seguintes.

Realizado desde 2008 sob a coordenação do Conselho, os encontros nacionais do Judiciário têm o objetivo de avaliar a Estratégia Nacional estabelecida para a Justiça e divulgar o desempenho dos tribunais no cumprimento das ações, dos projetos e das metas nacionais. Além disso, no evento, os presidentes das 91 Cortes brasileiras definem novas metas e ações prioritárias a serem perseguidas pelo Judiciário.

Serviço:

VI Encontro Nacional do Poder Judiciário

Dias: 5 e 6 de novembro de 2012

Local: Auditório do TJSE (5/11) e Hotéis Radisson e Mercure (6/11), Aracaju/SE

Público-Alvo: presidente, vice-presidentes e corregedores-gerais dos tribunais

Objetivo: avaliação das metas nacionais e discussão de temas prioritários do Poder Judiciário

Veja a programação.
 
Mariana Braga
Agência CNJ de Notícias