Varas do Trabalho que atuam em PJe realizarão inventário virtual

Você está visualizando atualmente Varas do Trabalho que atuam em PJe realizarão inventário virtual

Diretores de Secretaria das Varas do Trabalho (VTs) de Belém retomaram​,​ na manhã de sexta-feira (21/8), as reuniões semanais em que discutem a uniformização de procedimentos. No encontro da semana passada, ocorrido na 5ª VT de Belém, ​os Diretores ​trocaram ideias sobre como será realizada em cada unidade o Inventário Virtual do Sistema PJe, solicitado pelo Conselho Superior da Justiça do Trabalho (CSJT).

O Inventário Virtual tem como objetivo identificar e excluir os processos que tramitam no Processo Judicial Eletrônico (PJe) que aparecem de forma indevida com pendências no Sistema E-Gestão. Caso as pendências sejam confirmadas, serão corrigidas para excluir as inconsistências.

De acordo​ com​ Lauro Melo, Diretor de Secretaria da 5ª VT de Belém, que coordenou a reunião, o inventário será realizado a partir do dia 24 e o prazo para a entrega estabelecido pelo CSJT é 14 de setembro de 2015. Ele ressalta ainda que o trabalho será realizado em cima dos processos elencados pelo Conselho Superior da Justiça do Trabalho, que vão até 31 de maio de 2015.

Portaria – Além de Belém, o inventário será realizado também nas Varas do Trabalho de Macapá, Ananindeua, Castanhal e Marabá. Para a realização dos trabalhos, a Presidência do Tribunal e a Corregedoria Regional, por meio da Portaria Conjunta GP/CR nº 009/2015, suspenderam os prazos processuais no período de 24 a 28 de agosto e de 8 a 9 de setembro nas referidas VTS.

A mesma portaria suspendeu ainda o atendimento externo nas VTs de Belém, Ananindeua, Macapá e Castanhal no período de 24 a 28 de agosto e de 8 a 9 de setembro, e, em Marabá, nos dias 8 e 9 de setembro. No período de suspensão, as audiências agendadas deverão ser mantidas e os casos ju​l​gados urgentes detectados pelo Juiz da Vara. A portaria fixou ainda o dia 9 de setembro como data limite para que as Varas do Trabalho encaminhem à Setin as informações de regularização.

Fonte: TRT8

Deixe um comentário